Não vos conheço!


No Novo Testamento, há dois textos em harmonia que revelam duas facetas diferentes da mesma verdade. Vejamo-las:

Lucas 13: 23-27 “E disse-lhe um: Senhor, são poucos os que se salvam? E ele lhe respondeu: Porfiai por entrar pela porta estreita; porque eu vos digo que muitos procurarão entrar, e não poderão. Quando o pai de família se levantar e cerrar a porta, e começardes, de fora, a bater à porta, dizendo: Senhor, Senhor, abre-nos; e, respondendo ele, vos disser: Não sei de onde vós sois; Então começareis a dizer: Temos comido e bebido na tua presença, e tu tens ensinado nas nossas ruas. E ele vos responderá: Digo-vos que não sei de onde vós sois; apartai-vos de mim, vós todos os que praticais a iniqüidade.”
Mateus 7: 21-23 “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas? E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade.”

No primeiro caso podemos ver que dentre o grupo de pessoas que não entraram no Reino de Deus estão as pessoas que comiam com Jesus e que ouviam a sua palavra, pessoas que estão dentro da igreja, que escutam a palavra de Deus e até sentam à mesa com Deus, mas não o conhecem como de fato necessitam conhecer.
No segundo caso encontramos outro tipo de pessoas que não entraram no Reino de Deus; pessoas que até em nome de Jesus profetizavam, expulsavam demônios e faziam muitas outras maravilhas - quem são essas pessoas? A maioria, em parte, está dentro das igrejas trabalhando em ministérios e não tem nenhum relacionamento de intimidade com Deus. Não é preciso nem especificar quem são essas pessoas, mas dizer que nem todo que diz "Senhor, Senhor" ou que somente ouve a palavra de Deus ou procura um relacionamento superficial com Deus (por qualquer outro motivo que não seja conhecê-lo de fato pelo que Ele é) não será conhecido de Deus!

Se não travarmos uma relação pessoal e íntima, de carinho e temor com o Criador, dificilmente estaremos com Ele por toda eternidade. Quando tomamos uma decisão por Cristo, é apenas o primeiro passo que damos na realização desse relacionamento. Deus certamente tomará todas as iniciativas, mas caberá a nós responde-las.

Conclusão:

Só é possível manter um nível maior de intimidade com Deus buscando conhece-lo simplesmente por amá-lo, simplesmente por quem ele é!

Somente se gastarmos um tempo durante o dia para falar com Ele, para meditar na bíblia para conhecermos melhor o Deus das maravilhas e não somente as maravilhas!

2 comments:

Mauricio said...

Muito bom o texto. Simples e direto. Que possamos de fato aprender as coisas profundas, os tesouros enterrados de textos por muitos chamados de "batidos" como este.
Continuarei futucando o blog.

Mauricio said...

Muito bom o texto. Simples e direto. Que possamos de fato aprender as coisas profundas, os tesouros enterrados de textos por muitos chamados de "batidos" como este.
Continuarei futucando o blog.